Formulário de Consulta

CÓDIGO:    SENHA:   
(Acesso restrito)

  • Página inicial
  • Fale conosco
  • Webmail
Rua Conde F. Matarazzo, 770 - Centro - Guará/SP - 14580-000 - (16) 3831-3240 | (16) 3831-3260

PEQUENAS EMPRESAS PAULISTAS FATURAM MAIS DE R$ 20 BILHÕES EM FEVEREIRO

PEQUENAS EMPRESAS PAULISTAS FATURAM MAIS DE R$ 20 BILHÕES EM FEVEREIRO

Este foi o melhor fevereiro para as MPEs em seis anos, o que contribui para o otimismo dos empresários: 40% esperam melhorar faturamento 10/04/2008 - As 1,3 milhão de micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas fecharam o mês de fevereiro de 2008 no azul, com aumento médio de 2,3% no faturamento em relação ao mesmo mês do ano anterior, o que representou um ganho de R$ 465 milhões, totalizando R$ 20,3 bilhões nas caixas registradoras. Este é o quinto mês consecutivo em que os empreendimentos de pequeno porte registram expansão da receita sobre o mesmo mês do ano anterior. O faturamento médio observado foi de R$ 15,2 mil por empresa. Este foi o melhor resultado do faturamento no mês de fevereiro, desde 2002. As MPEs do comércio continuam liderando a retomada do crescimento, registrando aumento da receita de 11,6% na comparação com fevereiro de 2007. Os pequenos negócios da indústria e de serviços amargaram queda em sua receita de 4,3% e 10,2%, respectivamente. Os dados são da pesquisa Indicadores Sebrae-SP, realizada mensalmente pela entidade junto a 2,7 mil micro e pequenas empresas da indústria da transformação, comércio e prestação de serviços e que mede as taxas de faturamento real, pessoal ocupado, gastos com salários, rendimento médio do trabalhador das MPEs e expectativas. A pesquisa conta com a colaboração da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade). Para o economista do Observatório das MPEs do Sebrae-SP, Pedro João Gonçalves, "as micro e pequenas empresas, principalmente no comércio varejista, estão sendo beneficiadas pelo crescimento do mercado interno, puxado pela recuperação do poder aquisitivo da população e pelo aumento das opções de crédito para consumo". Na comparação entre fevereiro/2008 e janeiro/2008, o faturamento das MPEs apresentou redução de 5,9%, fato explicado pelo mês de fevereiro ter menor número de dias e contar ainda com o feriado do Carnaval. Para os próximos meses, os empresários estão relativamente otimistas. De acordo com o estudo, 40% dos entrevistados acreditam que o faturamento da empresa vai melhorar nos próximos seis meses e 50% apostam na manutenção. Quanto à economia, 38% esperam que a situação da economia brasileira vai melhorar nos próximos seis meses e 48% acreditam que o quadro da atual conjuntura econômica permanece estável. "Apesar da piora do cenário internacional, com a desaceleração da economia dos EUA, segundo os analistas de mercado, o Produto Interno Bruto (PIB) Brasileiro deve crescer em torno de 4,6% em 2008 sobre 2007, o que significa oportunidades de mercado para as empresas, entre as quais as micro e pequenas", analisa o economista do Observatório das MPEs. Na avaliação de Ricardo Tortorella, diretor-superintendente do Sebrae-SP, as micro e pequenas empresas poderão ter um ano de 2008 positivo: "Em 2007, as MPEs apresentaram um crescimento de faturamento da ordem de 4%. Como as perspectivas para a economia brasileira são relativamente favoráveis, espera-se que a receita das empresas de micro e pequeno porte continue em recuperação". E completa: "Por sua vez, o Sebrae-SP continuará contribuindo para a melhora no ambiente em que as pequenas empresas atuam, por exemplo, incentivando a regulamentação de diversos capítulos da Lei Geral das MPEs e promovendo a discussão sobre a Lei Geral nos municípios paulistas e brasileiros". Pessoal ocupado A pesquisa mostrou que o índice de pessoal ocupado nas MPEs em fevereiro de 2008 apresentou retração de 1,3% na comparação com fevereiro de 2007. A queda ocorreu nos três segmentos: serviços (-1,8%), comércio (-1,2%), e indústria (-1%). Mesmo com esta ligeira queda, estima-se que 5,6 milhões de pessoas estavam ocupadas nas micro e pequenas empresas paulistas no período, ou seja, 4,24 pessoas por empresa, contando com o sócio-empresário, familiares e empregados. Na comparação fev/08 com jan/08, a taxa de pessoal ocupado subiu, em média, 1%. Contribuíram para este resultado as altas na indústria (1,8%), serviços (1,6%) e comércio (0,4%). O rendimento real dos trabalhadores das MPEs subiu 4,6% na comparação de 12 meses (fev/08 com fev/07), sendo que o comércio puxou a tendência com aumento de 5,3%, seguido da indústria (3,8%) e serviços (3,2). O valor médio do salário pago nos pequenos negócios paulistas em fevereiro de 2008 foi de R$ 792,94, contra R$ 758,08 no mesmo mês do ano anterior. Na comparação de 12 meses, os gastos com salários apresentaram estabilidade, com variação de +0,2%, sendo que mais uma vez o comércio foi o responsável por este cenário, com aumento de 6,9% no período, contra queda de 7,9% nas MPEs de serviços e 1,2% nas MPEs industriais. Por regiões De acordo com a pesquisa Indicadores Sebrae-SP, as micro e pequenas empresas (MPEs) do Grande ABC e da Região Metropolitana de São Paulo foram as principais responsáveis por fevereiro de 2008 ser o melhor fevereiro dos últimos seis anos. As MPEs do ABC apresentaram um aumento no faturamento real (descontando a inflação, medida pelo INPC) de 4,7% em fevereiro de 2008 sobre fevereiro de 2007, e as da RMSP tiveram expansão da receita de 4,6% no mesmo período. O faturamento dos pequenos negócios do interior ficou estável, após um bom resultado em janeiro (+10,2% em janeiro/08 sobre janeiro/07), enquanto que a receita das MPEs instaladas no município de São Paulo apresentou ligeira queda (-0,1%). A íntegra da pesquisa encontra-se no portal www.sebraesp.com.br, área Conhecendo a MPE.



<< Voltar

ASSOCIADOS

  • A.A.G.
  • A4 FOTOCOPIAS
  • ACOUGUE DA ISABEL
  • ACOUGUE DO PAULAO
  • AG TINTAS
  • AGUAS DE GUARA
  • AO BARULHO LOJA DE DEPARTAMENTOS
  • ARMARINHOS SUSANA
  • AUTO ELETRICA LUIZ
  • AUTO PECAS E MECANICA MOGIANA
  • AUTO POSTO MARANATHA
  • BAZAR DO GERALDO
  • BROTTO/FASHION
  • BUSA IND COM MAQ AGRIC LTDA
  • CAMARIN
  • CARDOSO AUTO CENTER
  • CASA CEDRO
  • CASA DOS PORTOES
  • CENTRAL SERV
  • D GRIFFEE
  • DROGARIA FORONI
  • DROGARIA POPULAR
  • DROGARIA SAO GERALDO
  • ELETROZEMA LTDA
  • FARMACENTER
  • FRANGO ASSADO
  • HELP HIGIENE
  • LOJA AO BARULHO
  • LOJA DA ALINE
  • LOJA DO CLOVINHO
  • LOJA DO HELIO
  • LOJAS ZACARIAS
  • M. STORE COMERCIO DE CONFECCOES LTD
  • MACOTRAN
  • MARIAS & MANIAS
  • MERCEARIA ALVORADA
  • MERCEARIA E ACOUGUE DO FABIO
  • MOACIR CALCADOS
  • MULTI PRESENTES E UTILIDADES
  • NETCOM INFORMATICA
  • O BOTICARIO
  • OTICA REGINA
  • OTICA VISAO
  • OTICAS IRISLU
  • PASSARELLE CALCADOS
  • PONTO.SETE
  • PREPARA CURSOS PROFISSIONALIZANTES
  • RABBIT
  • SUPERMERCADO AVENIDA
  • SUPERMERCADO E ACOUGUE DO FLAVINHO
  • SUPERMERCADO E ACOUGUE FORONI
  • SUPERMERCADO OLIVEIRA
  • SUPERMERCADO PAULISTA
  • SUPERMERCADO SANTA LUZIA
  • TONETTO E DAL PINO EMPR IMOBILIARIO
  • TURMA DA LE
  • VALFER
  • YASMIN TRANSPORTES
  • ZEZO MAGAZINE
  • ZIPPI
CONVÊNIOS

  • Prepara
  • Santa Casa
  • Unimed
  • Barão de Mauá
  • Moura
  • Unip
  • Perfil de Talentos
UTILIDADE PÚBLICA

  • SOS Cheque
  • CPFL (NOVO)
  • Receita Federal
  • CDHU
  • Movimento das associações comerciais
  • COHAB RP
  • Código de defesa do consumidor
  • Portal do Empreendedor
  • Rede Verde Amarela
  • Renic
  • Empreender
CLIMA
PARCEIROS

Boa Vista 2 Sebrae 2
REDE SOCIAL

Impostometro

Acesse www.impostometro.com.br e veja as arrecadações por estado ou município.

Logotipo rodapé ACE Guará

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE GUARÁ
Rua Conde F. Matarazzo, 770 - Centro - Guará/SP - 14580-000
ace@aceguara.com.br

Desenvolvido por SOPHUS TECNOLOGIA